domingo, 17 de fevereiro de 2013

Você e o Monstro



                E aí gente! Quanto tempo que não apareço por aqui!

                Vocês conhecem a história do livro “O médico e o monstro”? Bem, se não, falarei um breve resumo para fique mais fácil de entender o tenho a dizer, não vou contar o final apenas darei um parâmetro.


                 No livro é contada a história do médico Dr. Jekyll que através de suas experiências consegue separar o seu lado bom e todas as suas virtudes do seu lado ruim contemplando o que há de mais podre em seu ser, nascendo então Mr. Hyde, seu lado malvado. No começo Dr. Jekyll consegue controlar O Mr. Hyde com uma fórmula química inventada, mas conforme o tempo vai passando se torna mais difícil voltar a ser bom e Mr. Hyde passa a ter controle maior sobre o médico que em uma de suas aparições chega até a cometer um homicídio, assim sendo procurado pela polícia.


         Agora trazendo a essência desta história para um contesto mais atual, ou seja, aplicando em nossa vida, posso afirmar categoricamente que cada um de nós temos um “monstro” cultivado em nosso interior, algo que contém o nosso lado mais sujo, malvado e repugnante, um lado que não queremos expor para ninguém, mas que muitas vezes entra em conflito dentro de nós pois por um lado queremos fazer somente as coisas boas, mas vem este sentimento primitivo e diz para fazermos o contrário, gerando um batalha constante em nosso ser.


                Também podemos pensar no fato de não apenas termos um “monstro” dentro da gente, mas o fato de termos algo que não queremos mostrar para os outros, por ter medo de mostrar, porque pensamos no que vão dizer da gente, e tentamos ao máximo guardar para nós mesmo este segredo e o mais difícil e esta questão de guardarmos para nós, pois tem algo dentro de você que quer “sair” e você tem que lutar contra isso.


                 A questão que mais importa aqui é quem você escolherá “alimentar”? A quem você dará o controle em sua vida? Eu sei que por mais que queiramos ser sempre pessoas boas de acordo com a sociedade, muitas vezes não conseguimos, afinal, não somos perfeitos, temos nossas falhas, porém cabe a você e cabe a mim decidir se tentará ao máximo seguir o seu “ Jekyll” ou o seu ” Hyde”.



2 comentários:

  1. Gostei, me fez pensar no meu monstro interior kkkk

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou :D fiz esse texto pensando no meu :P hahahaha

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...